Se a noite foi terrível, passada a ver o pequeno piriko quase sem respirar (passei a noite a pôr soro e a aspirar o narizito) devido à constipação...

 

... a manhã foi fantástica:

 

Costumo falar bastante aquando e após a muda da fralda e ele já vai rindo voluntariamente.

 

Mas hoje...

 

... deitei-o em cima da cama, falei com ele e para além dos maravilhosos sorrisos começou a palrar. Sim, a palrar!

 

Ainda pensei que fosse involuntário, mas repetiu-o vezes sem conta e eu babei-me toda, literalmente.

O meu menino está a despertar para a vida, cada vez mais lindo, cada vez mais doce.

 

Que tenhas a alegria de viver que o teu manito demonstra ter.

 

Que sejam os dois brindados com muita felicidade e cumplicidade.

 

Não imaginam o quanto vos amo!

 

P.S. - Sim, estou em falta com o blogue, tenho de registar o momento do parto (está em rascunho para ser terminado); o relato do 1º mês de vida do Afonso (simplesmente delicioso) e o 3º aniversário do Diogo (não me esqueci, como é óbvio, acho que lhe proporcionei um dia muito feliz, de tal modo que fala constantemente nele).

publicado por pirikos às 15:24